Category Archives: ccna

PDF de atualização do livro CCNA 5.0 para o novo CCNA 6.0

tux_cisco

Presentinho do Marco Fillipetti para comunidade 🙂 show de bola!

Conforme prometido, estou disponibilizando aqui o PDF que torna o livro CCNA 5.0 (vermelho) 100% compatível com a nova versão do exame CCNA (200-125). Basta clicar na figura abaixo.

Aproveitem e deixem aqui seu feedback e sugestões.

Abraço!

Marco Filippetti

 

5060

CCNA questão de trouble de drag and drop

tux_cisco

Acho muito boa essas questões, porque em toda prova tem coisas inúteis para o dia dia e ccna não é diferente…se a finalidade é passar na prova  e não saber o conteúdo basta decorar 300 questões que já resolve, mas focando na questão abaixo ela é totalmente trouble e “cai na vida real”

Vamos lá!

  1. Serial up e protocolo up? tudo certo!!! ou seja porta operacional
  2. Serial está up mas o protocolo está down, como estamos falando de SERIAL basta um ajuste do protocolo que sua porta sobe, por default o serial vem com HDLC, tente encapsulation ppp ou encap ? e vá testando os protocolos que o protocolo ficando UP problema resolvido então estamos falando de? LAYER 2 PROBLEM, lembrando que você não tem que se preocupar com clock se for o cliente.
  3. Serial down e protocolo down, porta física fora e também o protocolo o que nós leva a um problema de camada 1 cabo/conector etc
  4. Serial está administrativamente down eo line is down, o administrador deu manualmente shutdown na porta resposta? port disabled

troubleh-drag-and-drop-1

 

troubleh-drag-and-drop-2

Anti Dump – Pergunta 2 – Protocolos

tux_cisco

Com o intuito de combater o DUMP, que se colocado no google tradutor você vai encontrar a palavra LIXEIRA, vou fazer uma série de posts de um arquivo de dump porém explicando as opções erradas e também a correta, a Cisco lançou um ataque pesado contra os sites de dump isso valoriza o peso da certificação CCNA e eu apoio!

In order to combat DUMP, which placed the translator google you will find the word DUMP, I will do a series of posts to a dump file but explaining the wrong choices and also correct, Cisco launched a heavy attack against dump sites that values the weight of the CCNA certification and I support!

Uma perguntinha dessa da para aprender muita coisa.

Which protocol uses a connection-oriented service to deliver files between end systems? 

  1. TFTP B. DNS C. FTP D. SNMP E. RIP

 

Qual protocolo usa a conexão orientada a objeto para transferir arquivos entre sistemas

TFTP usa udp na porta 69

DNS domain name, também utiliza UDP porta 53 e tem muita documentação sobre inclusive agora com IPV6 bombando leia sobre DNS + ANYCAST cai no ccna também

snmp – também não usa tcp – protocolo de “control plane estudar SDN CONTROL PLANE” nesse caso protocolo de gerenciamento de rede muito usado para coletas, não usa o termo cliente servidor quem “avisa” é o despositivo ele atua como um gerente da rede, utiliza porta 161 e 162 para traps.

“O software de gerência de redes não segue o modelo cliente-servidor convencional pois para as operações GET e SET a estação de gerenciamento se comporta como cliente e o dispositivo de rede a ser analisado ou monitorado se comporta como servidor, enquanto que na operação TRAP ocorre o oposto, pois no envio de alarmes é o dispositivo gerenciado que toma iniciativa da comunicação. Por conta disso, os sistemas de gerência de redes evitam os termos ‘cliente’ e ‘servidor’ e optam por usar “gerente” para a aplicação que roda na estação de gerenciamento e “agente” para a aplicação que roda no dispositivo de rede.

rip – usa também não usa tcp, ele usa IP e UDP para as mensagens de hello não entrarei maiores detalhes até mesmo por que tem versão 1 e v2 que trabalham de forma diferentes, nas referencias que li diz que usa porta 520 udp e tcp.

Nós resta o FTP que trabalha no modo cliente servidor e necessita que esteja uma conexão em listening como o TCP trabalha garantido a conexão e estabelecimento da comunicação e retransmitindo caso necessário, basicamente o tcp garante a entrega eo udp não.

Anti Dump – Pergunta 1 – OSI

tux_cisco

Com o intuito de combater o DUMP, que se colocado no google tradutor você vai encontrar a palavra LIXEIRA, vou fazer uma série de posts de um arquivo de dump porém explicando as opções erradas e também a correta, a Cisco lançou um ataque pesado contra os sites de dump isso valoriza o peso da certificação CCNA e eu apoio!

In order to combat DUMP, which placed the translator google you will find the word DUMP, I will do a series of posts to a dump file but explaining the wrong choices and also correct, Cisco launched a heavy attack against dump sites that values the weight of the CCNA certification and I support!

 

Which OSI layer header contains the address of a destination host that is on another network?

  1. application B. session C. transport D. network E. data link F. physical

Qual camada contém o ip do destino – camada de rede (network)

As funções exercidas na camada de rede do modelo OSI estão listados abaixo:

  • Tráfego direção ao destino final
  • Dirigindo; lógico endereços de rede e serviços endereços
  • Encaminhamento de funções; descoberta e seleção de rotas
  • Comutação de pacotes
  • Controle de sequenciamento de pacotes
  • Detecção de erro End-to-enddos dados (a partir do emissor para o receptor de dados).
  • Controle de congestionamento
  • Controle de fluxo
  • Portal de serviços

 

Recomendação de livro de cabeceira de cama

tux_cisco

Olá hoje estou postando uma recomendação, muitos dos meus posts eu produzo enquanto testo uma técnica ou tecnologia, outros mais antigos são repositório do blog do barata que respeito muito e vivo no blog dele, e hoje estou aqui para indicar o livro do Samuel H B Brito, nem precisava na verdade porque ele já é de certa forma uma figura pública tal como o Filipetti no cenário de redes porém o livro dele foi um abre fronteiras no meu caso, todos em algum momento da sua carreira vão querer saber como simular um ambiente de internet,  como segmentar sua rede em vlans eu fiz um projeto a 4 anos que usei o livro dele pra um projeto interno que era segmentar internamente toda rede da minha empresa para melhorar a qualidade da voz, eu cuidava da voz mas o “povo de rede” não tinha visão do quanto me afetava uma rede mal elaborada internamente, após isso a visão geral de segmentação de rede e QOS mudou…claro que com ódio de mim 😀

No livro também temos exemplos de como trabalhar com IPV4 e roteamentos diversos tais como RIP/OSPF/EIGRP é um livro de laboratórios como se faz mesmo(how to), ou seja se quer um livro com teoria não é esse seu livro porém você pode usa-lo como referência técnica em dezenas de assuntos.

Falando mais um pouquinho temos cases de load balance que TODO mundo quer saber como faz o livro trás alguns exemplos também.

Finalizando o livro é com foco em tecnologias CISCO, porém as técnicas podem tambpem ser usadas em Juniper/mikrotik etc… exemplos do livro como fazer rotas default etc se aplicam em vários cenários e não só em ambientes CISCO.

Comprem está de graça…o livro já se encontra em sua segunda edição e tem todos laboratórios online para baixar no site do autor -> http://labcisco.blogspot.com.br/2012/10/livro-laboratorios-de-tecnologias-cisco.html nem pense duas vezes se você é da área de redes de verdade e não da área de gambiarra, nem pense em achar PDF compre que é garantido.livro-lab-cisco

http://novatec.com.br/livros/labcisco-2ed/

 

 

O que são: CSU/DSU, DTE e DCE?

tux_cisco

Como não sou fan de criar o já criado vou postar meu primeiro contato com essas terminologias importantes no mundo telecom que são DTE/DCE vi esse post em 2011 e foi postado em 2010 num blog de redes Angolano mundo pequeno não? Bom segue a matéria.

Eu pessoalmente gosto de lembrar que o DTE é o CPE e o DCE é o PE me ajuda lembrar … cada um faz o link mental que gostar mais, como falei a uns meses sempre trabalhei em empresa privada e em telecom/provedor/isp porém sempre com foco em telefonia ip o que te força entender muito bem de protocolos de rede no ultimo ano mudei para Redes novamente como Redes é genérico e faz parte de telefonia IP também quando digo redes digo diretamente com configuração de redes metropolitanas monitoramento de backbone, ativação de link dedicados/VPN/Transporte/ LanConect/ Ponto a Ponto em cima de nuvem MPLS entre outros que uma operadora pode oferecer e isso me estimula postar mais coisas de rede e acho interessante começar do básico do básico isso baseado no CCNA, assim como fiz com VOIP/LINUX/ASTERISK agora teremos assuntos de rede do básico como rota estática  e DTE DCE ao avançado como BGP/MPLS do qual também sou aprendiz eterno.

 

DTE – Data Terminal Equipment ou equipamento de terminação de dados. Como o nome diz é o equipamento onde os dados terminam e onde também podem ser iniciados. Um DTE pode ser um computador, ou um roteador. Geralmente este dispositivo prepara a informação a ser enviada/recebida a linha de comunicação pelo usuário.

DCE – Data Communications Equipment, Data Circuit-terminating Equipment, como o nome o diz é o equipamento responsável por realizar a comunicação dos dados. Isto pode fazer alguma confusão se pensarmos num roteador do outro lado a servir como DCE como muitas das vezes pensamos.  Na verdade o DCE serve para realizar algumas tarefas importantes na transmissão de dados entre dois dispositivos como determinar a frequência de clock, a determinação dos erros de transmissão  e a codificação, enfim a definição de como se envia e como se recebem os dados. Isso significa que um DCE pode ser um dispositivo ligado directamente ao roteador ou uma interface com estas capacidades.

A razão porque você precisa de um DCE tem a ver com a mesma razão porque você precisa dum cabo crossover para ligar dois computadores directamente sem necessitar dum comutador. É necessário saber como (e que pinos tratando-se de cabos seriais) se enviam os dados, e o DCE trata disso automaticamente. Por isso é que nos laboratórios Cisco você pode usar um cabo serial padrão V35 para fazer isso:

Mas note que em se tratando de comunicação entre um computador e um modem num caso em que se usa ADSL o computador é o DTE e o modem o DCE, pelas razoes já definidas antes: Alguém precisa de dizer como os dados são transmitidos.

CSU/DSU – Está aí um termo que faz confusão a muito boa gente. Channel Service Unit/Data Service Unit como o nome sugere é um equipamento que diz ao DTE dum lado e o DCE do outro para se ‘casarem’ :

Um dado importante é que hoje em dia muitos roteadores vêem equipados com CSU/DSU nas suas interfaces WIC de modo que não mais é necessário usar um separado. De modo que a tarefa de ligar um roteador a um circuito digital tal como a uma hierarquia PDH/E1, ou a um link ponto a ponto ligado a um provedor de serviços, não precisa mais de um CSU/DSU separado do roteador como este da figura acima.

 

Fonte: https://snnangola.wordpress.com/2010/08/06/o-que-que-sao-csudsu-dte-e-dce/