Fazer discagem no Asterisk utilizando PHP

Este tutorial é para quem necessita utilizar a linguagem Web PHP para efetuar Chamadas.

Passo 1:

Criar o diretório onde ficará os scripts:
#mkdir /usr/local/etc/scripts

Passo 2:

Dar as permissões de execução:
#chmod 755 /usr/local/etc/scripts

Passo 3:

Editar o arquivo manager.conf do Asterisk:
vi /etc/asterisk/manager.conf

manager.conf:

[general]
enabled = yes
port = 5038
bindaddr = 127.0.0.1

[admin]
secret=sua_senha
read=system,call,log,verbose,command,agent,user,all
write=system,call,log,verbose,command,agent,user,all
deny=0.0.0.0/0.0.0.0
permit=127.0.0.1/255.255.255.255

Passo 4:

Criar o programa PHP que fará a discagem:
vi /usr/local/etc/scripts/fazdiscagem.php

fazdiscagem.php:

<?php

$socket = fsockopen(“127.0.0.1″,”5038″,$errno,$errstr,$timeout);
fputs($socket,”Action: Login\r\n”);
fputs($socket,”UserName: admin\r\n”);
fputs($socket,”Secret: sua_senha\r\n\r\n”);
fputs($socket,”Action: Originate\r\n”);
fputs($socket,”Channel: ZAP/1/99999999\r\n”);
fputs($socket,”Context: monitor\r\n”);
fputs($socket,”Exten: 1234\r\n”);
fputs($socket,”Callerid: Teste\r\n”);
fputs($socket,”Priority: 1\r\n\r\n”);

?>

Passo 5:

Para efetuar o teste:
#php /usr/local/etc/scripts/fazdiscagem.php

Importante!

O PHP tem que ser compilado com suporte à socket.

Buscar os dados dos últimos 7 dias a partir da data atual

Fala pessoal, essa dica vai para você que precisa coletar informações do seu asterisk ou qualquer informação do seu banco de dados para montar relatórios.

 

SELECT id FROM table ORDER BY date DESC

 

Onde:

  • id = dado à ser retornado;
  • table = tabela à ser consultada;
  • data = data do registro no banco de dados;
  • DESC = retornar de forma decrescente, do maior para o menor – usando a lógica de dias: traga 30 antes de 29, justamente o que você deseja.

ExplainShell

Fala pessoal ai vai uma dica, hoje viajei ficamos sem posts vai um bem útil.

A fim de facilitar o entendimento dos diversos comandos Linux, o Idan Kamara criou uma ferramenta chamada ExplainShell. O ExplainShell é uma ferramenta web capaz de interpretar um determinado comando (inclusive as opções) extraído do manual de comandos (man page) da comunidade Ubuntu. Escrita em Python, isso torna a ferramenta interativa e dinâmica; sendo capaz de explicar diversos comandos, ditos como complexos, de uma maneira estruturada. Em resumo, o ExplainShell apenas consulta uma base do manual de comandos e reproduz detalhadamente o que cada parâmetro do comando irá fazer.

Oracle Virtual Box 5.0

Oracle-Announces-VirtualBox-5-0-Release-Candidate-1-with-Major-Improvements-483119-2

Fala pessoal, estou bem feliz com meu virtualbox novo 5.0, o antigo crashava e carregava meu ubuntu, testem.

Para remover a versão antiga usei -> aptitude remove virtualbox

Baixei a versão nova no site e instalei nomalmente -> dpkg -i virtualbox-5.0_5.0.0-101573~Ubuntu~trusty_amd64.deb

Suas máquinas virtuais ficam como estavam antes, essa versão tem usb 3.0.

Novidades?

Esta versão da Oracle VM VirtualBox 5.0 traz melhorias importantes no quesito segurança, tais como a capacidade de proteger imagens virtuais usando criptografia. Roda o algoritmo AES (128 ou 256 bits) com o modo de criptografia XTS, que estabelece uma senha para iniciar a máquina virtual.

 

O recurso de arrastar e soltar (drag & drop) também foi melhorado, especialmente para copiar arquivos e diretórios. Uso bi-direcional – entre VMs e hospedeiro.

Agora, o VirtualBox suporta iniciar máquinas virtuais em background (segundo plano) com um processo de front-end separado que pode ser fechada enquanto a máquina virtual continua trabalhando.

 

Onde baixar

https://www.virtualbox.org/wiki/Downloads